Massagem para corredores

Só de pensar em uma boa massagem, qualquer um de nós já começa a desejar uma, não? Mais do que relaxar, elas também podem aliviar tensões, acelerar a recuperação e melhorar o desempenho de quem corre, sabia? Relaxam a musculatura, elevam a quantidade de oxigênio levado aos músculos, aumentam a circulação sanguínea e auxiliam o corpo a livrar-se mais rápido de algumas toxinas.
Ao contrário de outros tratamentos, a massagem tem poucas contra-indicações, a menos que o atleta esteja com alguma lesão mais grave. Como sempre, o correto é consultar um médico antes de iniciar qualquer tratamento.
É comum que corredores sobrecarreguem a estrutura do corpo, mesmo sem querer. A massagem ajuda a aliviar contraturas musculares e a diminuir processos inflamatórios. Além disso, ela também previne lesões que podem surgir com o esforço dos treinos. Sabe aquela dorzinha chata que às vezes chega só no dia seguinte? Uma boa massagem pode evitar este problema.
Na hora de escolher o seu massagista peça a ajuda do seu treinador. Ele conhece você e o seu corpo, sabe das suas necessidades e dificuldades, assim como quais os seus pontos mais fortes e provavelmente conhecerá um bom profissional para indicar.

As diferentes massagens
A aplicação de pedras quentes, vulcânicas ou cristais são usadas em diferentes tamanhos e tipos para massagear todo o corpo. As pedras são frias ou aquecidas e estimulam o corpo profundamente sem exigir muita pressão. A variação de temperatura traz um efeito relaxante e sedativo, além de estimular a circulação. Pode ser feita antes ou depois do treino.
Vinda da tradição chinesa, o shiatsu consiste em pressionar os dedos nos meridianos, os chamados “pontos de energia” do corpo, os mesmos utilizados na acupuntura. Traz equilíbrio físico e mental, além de fortalecer o sistema imunológico. Recomendado antes da corrida, pois quando realizado com muita intensidade pode aumentar os processos inflamatórios causados pelo treino.
A reflexologia introduz massagens em determinados pontos dos pés e das mãos, por exemplo, que correspondem a diferentes órgãos e glândulas. Assim, recupera-se a energia e trata-se uma área sem precisar tocá-la diretamente. Quando a massagem é feita nos pés traz bastante relaxamento, sensação de bem estar e também evita esporões e tendinites.
A massagem ayurvédica vem de tradições indianas e suas principais variações são a “Abyanga” e “Padaghati”. Uma curiosidade: ela pode ser aplicada não somente com as mãos, mas também com os punhos, pés, cotovelos e joelhos. Consiste em alongamentos, toques e torções realizados com óleos medicinais preparados especialmente para cada indivíduo. Tem o poder de relaxar e aliviar tensões.
Na massagem sueca ou esportiva há manobras e deslizamentos profundos. Ela é uma espécie de base para qualquer outra massagem. Pode ser feita antes ou depois da corrida, relaxa todo o corpo e ativa a circulação.
Para quem pensa que tudo isso pode gerar muitos gastos, também vale a dica: você pode automassagear-se, tanto quando quiser relaxar como quando sentir alguma dor leve. Procure um lugar tranquilo da sua casa, onde ficará confortável e sem perturbações. Para ajudar, utilize óleos de massagem. Existem vários no mercados, com diferentes ações e aromas.
E não esqueça que lesões aparentemente mais sérias devem ser tratadas por um médico, não limite-se às massagens.

Fonte: mexa-se

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s